9 de maio de 2007

OLHOS FECHADOS



Sedosas ondas aneladas cobrem meu rosto
Fecho os olhos devagar e aprecio o contato
Minha mente vagueia por caminhos tranquilos
Uma brisa refrescante me carrega para outro mundo
À minha volta, a densa bruma parece me abraçar
Quase não sinto meus pés tocar o chão
Mantenho os olhos fechados, não quero acordar
Meus sentidos estão aguçados
Ao estender a mão consigo tocar o ar
Suavemente absorvo o perfume madrigal
Aprecio o sabor desconhecido da liberdade
O silêncio envolve-me. Sinto-me em paz
Ainda com os olhos cerrados vejo como é maravilhoso sonhar
E assim, despreendendo-me duma realidade sem sal
Entrego-me à doçura do sonho e dele me alimento
Um balançar suave acaricia minha face
Sem reservas me entrego a esse doce encantamento.

By Bruxinhachellot

2 comentários:

Bruxinhachellot disse...

Acho legal fazer um blog com essa intenção. Só uma dica: se possível colocar ao lado do autor do texto o endereço do blog.

Beijos de água e ar.

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Por acaso esqueci, mas ai vai a emenda. Abracos