26 de dezembro de 2009

O MINDERICO -

 Li no blog Diário de um Sociólogo (http://oficinadesociologia.blogspot.com/ ) que uma língua morre a cada 14 dias. Lembrei-me  de pesquisar na nossa língua e no espaco que ela abarca, encontrei o Minderico, em Portugal.



Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


O Minderico ou Piação dos Charales do Ninhou é a variante linguística falado em Minde desde o século XVIII. Inicialmente esta variante funcionava como código entre os habitantes de Minde, para negociações. O povo minderico é por natureza um povo negociante.
Fruto de uma comunidade fechada, localizada num vale, entre as duas serras (a d'Aire e a dos Candeeiros), o minderico, incialmente enquanto língua secreta, era semelhante a variantes que encontramos noutros grupos e comunidades étnicas específicas espalhadas pelo mundo que usam "termos e expressões de defesa", isto é, palavras e expressões que permitem aos membros dessa comunidade falar entre si sem darem a conhecer o significado dessa comunicação a outros. Porém, o minderico ultrapassou as barreiras do secretismo e alargou-se não só as todos os grupos sociais da comunidade minderica como passou a ser usado em todos os contextos sociais (não só para o negócio). Esta evolução - de língua secreta a língua do quotidiano - não é exclusiva do minderico, tendo-se registado já noutras comunidades em diferentes partes do mundo.
Em muitos dos lexemas mindericos é notória a sua origem em imagens do quotidiano, que passam de forma figurativa para a linguagem, mas também, embora em menor quantidade, através de alterações do português vernáculo, não esquecendo também os desenvolvimentos propriamente mindericos. Nomes de pessoas da terra deram origem a expressões que designam profissões ou atributos humanos. O minderico é ainda hoje conhecido pela maioria da população adulta, embora por influência da alteração dos costumes, haja uma acentuada tendência para o seu desuso e esquecimento entre os mais jovens.
Existem várias edições de Dicionários de Minderico, onde se encontram as palavras traduzidas de português para minderico e minderico para português. Estes dicionários estão disponíveis no Centro de Artes e Ofícios Roque Gameiro.

Medidas de Defesa

Actualmente o minderico está a ser alvo de alguns projectos como forma de revitalização, de forma a que não caia no esquecimento. Como exemplo temos:
Aulas de minderico no Centro de Artes e Ofícios Roque Gameiro para as várias faixas etárias.
Actualização do dicionário já existente.
Utilização do minderico em festas, celebrações de Minde e nos meios de comunicação social.
Tradução das placas toponímicas de Minde, das ementas dos restaurantes e das tabelas dos cafés.
Projecto de documentação, sediado na Universidade de Regensburg e inserido no Programa de Documentação de Línguas Ameaçadas,com o apoio financeiro da Fundação Volkswagen.
Criação de suporte virtual que permita a aprendizagem do minderico por qualquer pessoa

Palavras em Minderico


abobrar - descansar;
alexandrinas - fotografias;
ambrosiar - pensar, cismar;
albertinas - bolachas;
babosas - cervejas;
badelo - língua;
bodelha - mentira;
borboleta - luz;
brancano – leite;
bruxo - computador;
Casal Médio - Santarém;
cabaneira - vaca;
campinos - melões;
carranchano - amigo;
fusca - noite;
gargantear – cantar;
jordar – fazer, gastar, despejar, desperdiçar;
latina - missa;
Casal Grande - Lisboa;
mioleira – testa;
mirantar – ver, observar;
Ninhou - Minde;
nazaré - banho;
neto - dinheiro;
paivante - cigarro;
patarraz da ladina - genro;
perneiras - peúgas;
piação - conversa;
pirota - motorizada;
quadrazal - mês;
remexido - negócio;
renhomnhom - gaita de foles ;
rinchão - comboio;
rodilha - sogra;
ronquinho - surdo;
senhor antónio - marido atraiçoado pela esposa, corno;
sesta - semana
soletra - livro;
tarrantar - dormir;
tece-tece - Internet;
terraizinho - criança;
terraizinho judaico - Menino Jesus;
tosadeira - boca;
toupeira do ferreiro - charrua;
videira - mãe;
videiro - pai;
vista-baixa - porco;
zé pedro – bigode

2 comentários:

celso Passos disse...

EU QUERO APRENDER A FALAR O MINDERICO,ATRAVÉS DA INTERNET,QUAL É O SITE EM QUE EU POSSA ENCONTRAR PALAVRAS E FORMAÇÕES DE FRASES EM MINDERICO? ENVIA-ME A INFORMAÇÃO PELO E-MAIL "CELSOPASSOSNEVE@HOTMAIL.COM" MUITO OBRIGADO!

Carlos Amoroso disse...

Para os covanos que forem antónio forno em jordar na chaveva a piação dos xarais, cá o covano vai gambiar-vos a do pinto lopes, mas neste gertrudes conchego não jordio passos um cruzeiro.
Carlos Amoroso
PS: O meu parreiral na tece tece do bruxo é: touquimxaralninhou61@gmail.com